Google+ Followers

terça-feira, 1 de junho de 2010

TV Cidade visita nossa Escola

                                    O vereador Júnior Boatem, chegou na escola pedindo permissão para entrevistar o vigia da escola sobre um triste episódio que ocorreu numa noite (20h30min), durante o horário de aula do ensino médio (CEM - Centro de Ensino Médio Luiz Montenegro Tavares) Anexo I. Já é público  e notório o fato de adolescentes pular o muro da escola e jogar areia ou terra pelos os elementos vazados das paredes para atingir os alunos que estão em sala de aula, ou apedrejar as pessoas e é de praxe o vigia do prédio procurar reconhecer os autores para que de imediato ser comunicado aos pais, que quase sempre não resolve o problema. Justo neste dia que era pra criança estar em casa junto com a família, aconteceu uma fatalidade o vigia deslocou o braço da criança ( onde existe duas versões a do vigia, um senhor de seus quarente e poucos anos e uma criança junto aos seus companheiros de malinações) que de antemão já era fraturado. O fato é: tem que proteger a criança, respeitar um profissional no seu local de trabalho e lembrar aos pais que a formação da personalidade dos filhos compete aos pais. Como fazer?
                                    A escola já enviou ofício ao Conselho Tutelar (16/11/2009) expondo as necessidades e os problemas que a escola vem atravessando ao longo do tempo. Já foi sugerido pelo juiz José Costa para que se fizesse um boletim de ocorrência junto à delegacia dos atos de vandalismo que acontecem na escola, que o resto era por conta dele, mas, acredito que o papel social da escola ainda não é este.
                                    A cada diligência feita por mim é uma realidade diferente e vivida por cada uma familia, depoimento de pais que tem medo de chamar a atenção dos filhos, pais que perguntam o que fazer com o filho, pais que perderam seu benefício porque a criança não quer ir pra escola. O fato preocupa, pois que filhos estamos formando para o mundo? Que valores serão usados por esses adolescentes?
                                    É triste ver um aluno de nossa escola vítima do acaso, estava no lugar errado na hora errada, diante da situação o deslocamento do braço poderia ser trocado, admitindo a variante do espaço físico, uma picada de cobra, um acidente com carro, moto, bicicleta ou até bala perdida. Triste adimitir os fatos da realidade conteporânea e democrática em que vivemos no nosso dia-a-dia.
                                     Esta escola orgulha-se dos diversos títulos conseguidos pelo bom desempenho do corpo docente junto ao corpo discente, tem sua história impreguinada no senso crítico de cada um dos alunos que passaram por aqui e que manifestam a saudade dos bons tempos que aqui estiveram ao lado de seus professores que contextualizaram a sua permanência escolar ao mundo real do futuro. Ao mesmo tempo relutantemente, entristece quando presencia realidades transversais que estrapolam limites, quebram regras e desafiam as leis.

Nenhum comentário:

leia sobre

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
EM PAU DE ESTOPA I por Alzaí Amorim

Modelo de Procuração

Diretorio.org - Modelos de recibo, declaração, procuração, contratos, currículos, notas promissórias, etc.

Leia as postagens populares